Visitantes online

Nós temos 9 visitantes online

Home Reflexões A Tarefa
A Tarefa PDF Imprimir E-mail
Ter, 21 de Janeiro de 2014 14:50

A Tarefa

Eu era um cervo ferido, que deixou o bando
Faz muito tempo; Meu lado arquejante estava carregado
Com muitas flechas profundas cravadas, quando me retirei
Para procurar uma morte tranquila em sombras distantes.
Ali fui encontrado por alguém que tinha sido ferido, ele mesmo,
Pelos arqueiros. Em seu lado ele carregava cicatrizes cruéis
Também nas suas mãos e em seus pés.
Com força gentil, tomando os dardos,
Arrancou-os, curou-me e me ordenou que vivesse.
Em florestas remotas e silenciosas eu vago, longe daqueles
Antigos companheiros de cenários populosos.
Com poucos parceiros e não querendo nada mais.

Poema de William Cowper, em "O Sorriso Escondido de Deus", John Piper, Ed. Shedd.

 

Invista em nosso chamado

Fan Page